Defensor Oficioso

Um blog realizado no âmbito do patrocínio oficioso, na modalidade de dispensa total de taxa de justiça e demais encargos com o processo, (in)dependentemente de juízo sobre a existência de fundamento legal da pretensão…

Nome:
Localização: Coimbra, Portugal

CONTACTO OFICIOSO

23 março 2010

“Não se pode dizer que o poder judicial é independente”

Candidato ao Conselho Superior da Magistratura, com eleições quinta-feira, desconfia que os representantes do Parlamento neste órgão possam ser “correias de transmissão” de interesses de partidos. Diz que a independência dos juízes não pode ser apenas ausência de ordens.
continua in

Jornal de Notícias

Etiquetas:

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home